Quem sou eu

Minha foto
O Tatamirô Grupo de Poesia é um grupo amapaense de declamação de textos poéticos, sejam eles escritos na forma de prosa ou verso em suas múltiplas manifestações verbovocovisuais. Criado em Abril de 2009, o Grupo nasceu do desejo de dizer Poesia às pessoas. De colocar a voz a serviço da Poesia. De falar as coisas do mundo de forma diferente.

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Sonoro, múltiplas paisagens


Ontem à noite, em conversa com os artistas do Grupo Corpo de Arte Contemporânea (AM), depois do espetáculo, confirmamos que a arte da dança, em especial a dança contemporânea é a mais híbrida dentre os seus pares, dialoga efusivamente com outras linguagens artísticas.  O espetáculo Sonoro é uma obra sempre em processo, um jogo arquitetado entre as fronteiras do acaso e da necessidade. São corpos sinestésicos que reverberam no tempo-espaço em que atuam e nos atingem como uma gota ou pedra que cai sobre a superfície de um lago e seu efeito chega a lugares que não conhecemos. Uns se sentiram anestesiados, outros alucinados, mas impossível ser um espectador passivo. 





VER O CORPO

VERO CORPO

VÊ-LO ALVO DE ALGO

(ALGUM DESEJO?)

VÊ-LO

NOVELO

EM MINHAS MÃOS

                              Herbert Emanuel

Nenhum comentário:

Postar um comentário