Quem sou eu

Minha foto
O Tatamirô Grupo de Poesia é um grupo amapaense de declamação de textos poéticos, sejam eles escritos na forma de prosa ou verso em suas múltiplas manifestações verbovocovisuais. Criado em Abril de 2009, o Grupo nasceu do desejo de dizer Poesia às pessoas. De colocar a voz a serviço da Poesia. De falar as coisas do mundo de forma diferente.

quinta-feira, 5 de maio de 2011

EXPEDIÇÃO A BENTO GONÇALVES-RS

Por Adriana Abreu e Paulo Rocha

     Estamos neste exato momento, às 23h29, no térreo do  aeroporto de Guarulhos-SP, esperando o nosso voo (caramba! Tiraram a gaivota voando de cabeça pra baixo de cima do o! Voo não é mais a mesma coisa) para Bento Gonçalves. E se você é cliente da PUMA, ele nem acontece. Depois de uma via-crúcis (diria nosso amigo Luiz) - a PUMA cancelou todos os voos até o dia 10 de Maio - falta só um trecho para chegarmos a Bento. Jóia o love ter ouvido a fala da Helu sobre a PUMA ser a campeã dos cancelamentos e marcar este trecho por uma outra companhia aérea, com um dia de antecedência. Só assim vamos chegar a tempo para o que planejamos: a FENAVINHO (uhhhh!!). Claro que os que nos acessam já constataram que, de verdade, nós estamos na programação da 26ª Feira de Livros da cidade supracitada, mas isso não impede que cometamos alguns pecadinhos.
   E para confirmar, o Filipe, que se aproximou para ouvir o Herbert  tocando o violão, também se ofereceu para fazer o primeiro click de nossa viagem. 
    Como costumam dizer os parceiros do Coletivo Fora do Eixo: 
    " É nóis!"

06.05.2011
Em solo gaúcho che!
Depois de vencermos a maratona dos aeroportos, os pimeiros desafios foram: o frio e o rodízio de chu"r"asco da serra gaúcha.





Esperando amigos e fazendo novos



 Na pousada do chalé, estávamos esperando o Luiz e a Tânia. O Eduardo estava no canto da mesa recortando papeis, cada recorte uma figura. Lembrei-me do livro com ilustrações que são os recortes de Hans Christian Andersen. Ele estava brincando com papel. Minha filha disse que não sabia fazer nem aquele em que os bonequinhos estão todos de mãos dadas e ele prontamente mostrou como se fazia. É um talento de artesão que a avó e a mãe têm. É um talento que o Eduardo herdou, de certa forma, dessas mulheres. Enquanto Michele (este é o nome da mãe) preparava o café da manhã do dia seguinte para os hóspedes da pousada, disse-nos que Eduardo gosta de pintar e de escrever poesia, como a que fez, na escola, para homenageá-la. É com este singelo poema que queremos acarinhar todas as mães:




Amo a lua, amo o luar
mas amo você
em primeiro lugar




07.05.2011

"Verte o vinho da vida
  gota a gota"

Hoje, foi o dia de degustar o vinho da cidade brasileira do vinho com os amigos. Estávamos muito bem acompanhados pelo casal de amigos de Bento Gonçalves Ivane e Rômulo e do Amapá Tânia e Luiz. A FENAVINHO é uma vitrine e tanto da cultura em torno do vinho que existe em nosso país. Ela acontece no segundo maior parque de exposições do Brasil, são 58.000 m² de área construída. 




Nossa primeira parada, foi no expositor da bodega COPETTI & CZARNOBAY. Evelyne Copetti e Antonio Czarnobay cuidam da paixão comum de suas famílias: o vinho. Paixão, que como tudo aqui, atravessa gerações. A produção de vinho de alta qualidade entranhando-se em nossos sentimentos vitais é o objetivo desses vinicultores.


Luiz, Andara, Tânia, Ivane, Dri, Herbert, Czarnobay e Rômulo

A segunda parada, foi na vinícula DAL PIZZOL. O lugar é lindo!É um parque temático do vinho. Fomos recebidos pelo Senhor Antonio Dal Pizzol que nos apresentou, dentre tantas singularidades, o Vinhedo do Mundo (projeto que tem como objetivo reunir cerca de 500 variedades de uvas de várias partes do planeta, em um espaço pequeno e acessível  a aficionados, estudiosos e interessados).





Como disse o Paulo, nossa costumeira exortação artística, nunca harmonizou tanto (isso tem tudo a ver com vinho) para a finalização de mais uma de nossas experiências:

EVOÉ. BACO!!



Em 08.05.2011
“Não entrega a faca pra ninguém”

Dia frio. Ao sairmos de nossa temporária morada aqui em bento, logo na esquina, uma caminhonete cheia de pinhão para venda. Claro que logo lembramos de uma quadrinha de Mario Quintana:
Pinhão quentinho
Quentinho pinhão
E tu bem juntinho
Do meu coração



Assim, com poesia, esquentamos nossos corações para mais um dia de novas descobertas na Serra gaúcha. De fato, foi mais um dia de aprendizagem e celebração. Estamos aprendendo sobre vinhos e queijos com os amigos. Na vinícola Vallontano, o Júnior, nos ensinou a fazer sabragem (degolar garrafas de  champagnes e vinhos com sabre). Herbert atreveu-se a ser o iniciado nessa prática e obteve sucesso.

Ainda na região dos vinhedos, chegou a vez dos queijos e o Álvaro da queijaria Valbrenta, autor da frase que dá título à postagem, manteve nossas bocas bastante ocupadas com salames, queijos e risos.

Nosso almoço foi coletivo. Almoçamos com os familiares de nossa amiga Ivane, Churrascaria Costelão, estávamos ao lado do chefe português Luís Américo, responsável pela harmonização de jantares na FENAVINHO. Aproveitamos, é claro, para comentar sobre nossa culinária regada a tucupi, jambu e farinha de mandioca.
Ao sairmos do restaurante, registramos, em foto,nosso contato com o embaixador e as embaixatrizes da feira este ano, respectivamente: Sr. Bouvier, Gabriela, Kelly e Karine.

Depois, o passeio continuou nos Caminhos de Pedra. Queremos destacar, em especial, a recepção do Sr. Célio da Casa do Tomate, pois ratificamos que a bela geografia gaúcha se completa mesmo com a gentileza das pessoas. 

3 comentários:

  1. Olá, muito bacana o blog e os trabalhos que realizam. Sou de Roraima e aqui tenho um grupo de literatura. Sempre buscamos inspiração em outros grupos na ânsia de aprender a melhorar.
    sucesso no RS!

    ResponderExcluir
  2. Edgar, nós é que agradecemos pelo incentivo, pelas boas palavras que você deixou escritas aqui. Esperamos que este contato seja o primeiro de muitos. Viva a POESIA!!!

    ResponderExcluir
  3. Queridos, espero que a viagem esteja sendo tão gostosa como a nossa! Tomaram o café no Conjunto Nacional? Enfim, mandem notícias.
    Saudade do encontro breve, mas intenso!
    Um beijo grande
    Rodrigo
    Karen
    Dinho
    e Cia do Tijolo

    ResponderExcluir